COVID-19
em Gondomar
30 Junho, 2021
Saiba como obter o "Certificado Digital COVID" da União Europeia
O "Certificado Digital COVID" da União Europeia permite-lhe viajar em liberdade e com segurança. O Certificado Digital entra em funcionamento já no próximo dia 1 de julho (quinta-feira), pretendendo tornar acessível os trajetos, a participação em eventos culturais, desportivo, sociais ou familiares, sem que haja a necessidade de realizar qualquer tipo de testes. Obtenha o seu "Certificado Digital COVID" aqui. Apesar desta oportunidade para viajar e participar em eventos, importa realçar que deve continuar a respeitar as normas sanitárias.
15 Julho, 2021
Gondomar entre os concelhos de risco elevado
O Município de Gondomar encontra-se em risco elevado e vai recuar no desconfinamento. As regras que estarão em vigor são as seguintes: Limitação da circulação na via pública a partir das 23 horas; Restaurantes a funcionar até às 22.30 horas; Às sextas-feiras a partir das 19 horas e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior é permitido apenas a portadores de certificado digital ou teste negativo; A limitação do número do número de pessoas por mesa é de um máximo de 6 pessoas por mesa no interior e de 10 pessoas por mesa na esplanada; Exigência de certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local; Teletrabalho obrigatório quando compatível; Espetáculos culturais a decorrer até às 22.30 horas; Casamentos e batizados com 50% da lotação; Comércio e prestação de serviços até às 21 horas; Permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público; Permissão de prática de atividade física ao ar livre e em ginásios; Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação. Apelamos, uma vez mais, ao cumprimento das medidas de proteção individual e das regras para a contenção do vírus, de forma a reduzir os casos de COVID-19 no concelho e evitar mais retrocessos no Plano de Desconfinamento. Por si, por todos.
Casos em Portugal